top of page

Atletas brasileiros devem se vacinar para as Olimpíadas e Paralimpíadas de Paris

A medida tem como objetivo proteger os atletas brasileiros e membros das delegações que irão participar dos jogos, e evitar a reintrodução de doenças no Brasil.







Atletas do rugby classificadas para os jogos 2024 de Paris | Foto: Divulgação

A Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA) do Ministério da Saúde, em

conjunto com a Secretaria Nacional de Esportes de Alto Desempenho (Senear) do Ministério dos Esportes e o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), emitiu uma nota técnica recomendando a vacinação de todos os atletas que participarão das Olimpíadas e Paralimpíadas de Paris, que acontecerão entre julho e setembro deste ano.

A medida tem como objetivo proteger os atletas brasileiros e membros das delegações que irão participar dos jogos, além de evitar a reintrodução de doenças previamente erradicadas no país, como o sarampo, a rubéola e a coqueluche. Também visa prevenir a circulação da influenza e da covid-19, que ainda são prevalentes em países da Europa, América do Norte e Ásia, de modo a não infectarem a população ao retornarem para o Brasil.

A União Europeia divulgou, em maio desse ano, um boletim epidemiológico alertando para o aumento de casos de sarampo e coqueluche em alguns países do continente. Além disso, a circulação do vírus influenza e da covid-19 ainda representa um risco à saúde pública. A nota também orienta aos viajantes que irão assistir aos jogos e também divulga informações caso manifestem sinais e sintomas que sugiram algumas das doenças circulantes na Europa.

De acordo com o boletim, a coqueluche está presente em pelo menos 17 países, com mais 32.037 casos notificados entre 1 de janeiro e 31 de março de 2024. O Centro de Prevenção e Controle de Doenças da China (CCDC) informou que, em 2024, foram notificados no país 32.380 casos e 13 óbitos.

Vacinas recomendadas:


A vacinação é a maneira mais eficaz de prevenir essas doenças. As vacinas recomendadas na nota técnica são: Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), DTP (difteria, tétano e coqueluche), Influenza Covid-19

Os atletas podem se vacinar gratuitamente nos postos de saúde de todo o país. É importante apresentar a carteira de vacinação para que o profissional de saúde possa verificar se todas as doses necessárias estão em dia. Outras medidas de prevenção:

Além da vacinação, outras medidas de prevenção também são importantes para evitar a disseminação de doenças, como, lavar as mãos com frequência, cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar, e evitar contato com pessoas doentes

Comments


bottom of page