top of page

Maio Laranja marca a luta contra a violência sexual

Iniciativa visa promover debates, divulgar informações e mobilizar a sociedade para enfrentar esse grave problema

A violência sexual é uma realidade que afeta milhares de pessoas em todo o país | Foto: Divulgação

Violência sexual é definida como qualquer ato que cause constrangimento em alguém por meio de gestos, palavras ou violência, aproveitando-se geralmente de relações de confiança, poder hierárquico, autoridade ou vínculo empregatício, com o intuito de obter vantagem sexual. Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes tem o dia 18 como data oficial, mas a jornada de ações contra a violência sexual se estende durante todo o mês de maio, cuja cor laranja ganha destaque em uma importante campanha nacional de conscientização: o "Maio Laranja". Com o objetivo de alertar e combater a violência sexual, a iniciativa visa promover debates, divulgar informações e mobilizar a sociedade para enfrentar esse grave problema. A violência sexual é uma realidade que afeta milhares de pessoas em todo o país, deixando marcas profundas e impactos duradouros. Por meio do "Maio Laranja", organizações governamentais e não governamentais unem esforços para promover a prevenção, o acolhimento das vítimas e o enfrentamento dessa forma de violência. 2023 registrou 17 mil violações sexuais contra crianças e adolescentes De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania (MDHC), no último levantamento estatístico realizado em 2023, o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) registrou mais de 17 mil violações sexuais contra crianças e adolescentes de janeiro a abril deste ano. Nos quatro primeiros meses de 2023 foram registradas, ao todo, 69,3 mil denúncias e 397 mil violações de direitos humanos de crianças e adolescentes, das quais 9,5 mil denúncias e 17,5 mil violações envolvem violências sexuais físicas – abuso, estupro e exploração sexual – e psíquicas.

Comments


bottom of page