top of page

Uveíte: Conheça a inflamação que ameaça a visão

Se não tratada, a doença pode levar à cegueira irreversível ou causar danos permanentes à visão

Sintomamas incluem olho vermelho, moscas volantes, coceira, dor, lacrimejamento e embaçamento visual | Foto: Hosp

A uveíte, uma inflamação que atinge a parte do olho chamada trato uveal, compreende a íris (que dá cor aos olhos), o corpo ciliar e a coróide, compostos principalmente por vasos sanguíneos. Em alguns casos, a inflamação pode se estender ao nervo óptico e à retina. De acordo com o Hospital de Olhos de São Paulo (Hosp), não há um padrão específico para o surgimento da doença, que geralmente está associada a outras enfermidades. Se não tratada, pode levar à cegueira irreversível ou causar danos permanentes à visão.


Como é feito o diagnóstico


Diversos fatores podem desencadear a uveíte, como traumas, infecções, tumores e condições autoimunes. O sintoma mais comum é o olho vermelho, mas outros sinais incluem moscas volantes, coceira, dor, lacrimejamento e embaçamento visual. O diagnóstico é realizado por oftalmologistas, que podem solicitar uma variedade de exames para identificar a causa subjacente e determinar o tratamento adequado.

Tratamento

O tratamento varia de acordo com a causa e pode incluir acompanhamento com especialistas de outras áreas médicas, além de medicamentos e, em alguns casos, cirurgia. A falta de tratamento pode resultar em complicações graves, como catarata, glaucoma e descolamento de retina, levando à perda permanente da visão.


É crucial procurar um oftalmologista ao primeiro sinal de sintomas ou desconforto visual. O diagnóstico precoce é fundamental para garantir o sucesso do tratamento e preservar a saúde dos olhos. Para saber mais sobre uveíte e outras doenças oculares inflamatórias, confira nosso artigo com informações adicionais.

Comments


bottom of page